Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Mariano Gago defende em Ourém criação de movimento voluntário para a digitalização

16.07.08, ansiaonews

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Mariano Gago, defendeu ontem, em Ourém, a criação de um movimento voluntário no país para a digitalização generalizada de documentos.
 
 “Não deveria haver neste momento nenhum livro impresso em Portugal, nenhum manuscrito numa biblioteca, nenhum som em arquivo sonoro, nenhum filme ou nenhum arquivo fotográfico que não tivesse sido digitalizado”, disse o governante no final da apresentação dos resultados do projecto Leiria Região Digital, que decorreu no Castelo de Ourém.
 
 "Neste momento, com as tecnologias de informação e comunicação e com o estado do Mundo, a nossa obrigação é digitalizar tudo”, disse o ministro, citado pela agência Lusa, admitindo que a digitalização de toda a documentação “é uma das grandes ambições para o futuro”.
 
 Mariano Gago reconheceu que o processo “não pode ser feito de uma maneira burocrática”, mas “através do lançamento de um grande movimento de voluntariado nacional apoiado por um esforço profissional de indexação, de verificação da qualidade”.
 
 Neste contexto, lançou um desafio às instituições de ensino superior, às associações de municípios e gabinetes de gestão do programa Cidades e Regiões Digitais, para que encetem este “movimento de modernização do país”.
 
 “Creio que as forças locais que se criaram com as Cidades e Regiões Digitais podem ser a base para o lançamento desse movimento, que me parece urgente para o futuro da língua portuguesa e do país”, acrescentou o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.
 
 “Estou certo que existe em Portugal um acervo gigantesco de sons, de imagens, de textos manuscritos, de textos impressos que precisam imperativamente de ser digitalizados. Primeiro, para ficarem protegidos, para se multiplicar o seu uso, mas também para se multiplicar a sua divulgação e o seu estudo”, afirmou o ministro, que elogiou, na ocasião, os resultados do Projecto Leiria Região Digital.
 
 Este projecto, iniciado há três anos e meio, teve como promotor a Área Metropolitana de Leiria (AMLEI), tendo como parceiros a Região de Turismo de Leiria/Fátima, o Instituto Politécnico de Leiria, a Associação Empresarial da Região de Leiria (NERLEI) e o Centro Tecnológico da Indústria de Moldes, Plásticos e Ferramentas Especiais (Centimfe).
 
 O Leiria Região Digital abrange oito municípios - Alvaiázere, Ansião, Batalha, Leiria, Marinha Grande, Ourém, Pombal e Porto de Mós -, 99 freguesias e uma população de 320 mil pessoas, distribuídas por 2.500 quilómetros quadrados.
 
 Até ao momento, permitiu o investimento de 7,5 milhões de euros, de que a face mais visível é a criação de 300 pontos de acesso à Internet em espaços públicos.

 

-----------

in: Região de Leiria, 15Jul08