Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Salazar era "aprendiz de ditador" ao pé de José Sócrates - autarca de Alvaiázere

17.02.08, ansiaonews

Alvaiázere, Leiria, 17 Fev (Lusa) -

O presidente da Câmara de Alvaiázere acusou ontem, sábado, José Sócrates de ser um "ditador prepotente", criticando a política do Governo que ataca as autarquias e promove o "controlo" da comunicação social.

"António Oliveira Salazar era um aprendiz de ditador ao pé de José Sócrates", afirmou Paulo Tito Morgado, durante um jantar de sociais-democratas com o líder do PSD, Luís Filipe Menezes.

"Vejo nele um ditador prepotente" que promove um "regime controleiro" da comunicação social e um "ataque cerrado ao poder autárquico", disse o autarca, considerando que os socialistas "sabem bem é fazer marketing político".

"O poder autárquico é o bode expiatório de tudo o que há de mal no nosso país" e, em cada dia que passa, "fazemos mais com menos" mas está-se a chegar ao "limite do insuportável e do insustentável".

O Governo, "dia após dia, tem encerrado escolas, finanças, postos da PSP e da GNR" e "não tarda muito, encerra-se o país", acusou Paulo Morgado que contesta a "obsessão pelo défice" por parte do Executivo, com um "autismo" em relação às necessidades dos cidadãos.

O presidente da Câmara de Alvaiázere criticou também os atrasos na "implementação do QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional)" por parte do Governo que prefere "grandes megalomanias" como "TGV`s, Otas e por aí fora", mas ignora projectos de interesse para a população.

No caso de Alvaiázere, Paulo Morgado revelou ter apresentado um projecto para a "construção de um novo centro de saúde" no concelho mas a Administração Regional de Saúde informou que as verbas do QREN para a saúde "estavam já esgotadas" com apenas duas obras: o "novo hospital pediátrico de Coimbra e o hospital da Guarda".

Já no seu discurso, Luís Filipe Menezes criticou aquilo que considera serem as "tentações totalitárias" da esquerda e classificou as autarquias de "grande reduto de resistência social-democrata".

"É fundamental fazer do prestígio dos nossos presidentes de Câmara o grande patamar para ganhar o Governo de Portugal" e em Alvaiázere "temos um excelente exemplo de como deve ser exercido o poder social-democrata".

Trata-se de um "jovem presidente muito qualificado que ficará por muitos e bons anos à frente dos destinos de Alvaiázere", afirmou, dirigindo-se para as sete centenas de apoiantes que compareceram no jantar.

Alvaiázere é um dos tradicionais bastiões sociais-democratas, com resultados muito acima dos 80 por cento e Menezes apelou à recandidatura de Paulo Morgado, à semelhança da esmagadora maioria dos autarcas sociais-democratas.

"Não contem comigo para albergar conspirações contra os nossos presidentes de Câmara" pelo que "estarei ao lado deles para lutar pela sua reeleição daqui a ano e meio", acrescentou.

Por seu turno, Fernando Marques, presidente da Distrital social-democrata de Leiria, que apoiou Marques Mendes na disputa interna do partido, considerou que "é preciso que o PSD ganhe urgentemente as eleições" devido às políticas do Governo para os pequenos concelhos.

O encerramento dos tribunais de Alvaiázere, Ansião e Figueiró dos Vinhos - previsto pelo novo mapa judiciário - foi considerado mais um exemplo dessa política que promove o fim "de serviços que são o pulmão de muitas terras" e permitem a manutenção de quadros.

Caso a política do PS continue, "só falta fechar os concelhos" mais pequenos e transformá-los num "deserto sem pessoas e com apenas alguns pontos turísticos", afirmou Fernando Marques.

PJA.

Lusa/Fim

© 2008 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.
2008-02-17 00:30:01