Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Centro de Negócios e Incubadora de Ansião - Obras concluídas em Março

12.01.08, ansiaonews
Mais dois centros incubadores na região
Texto de Cláudio Garcia
 

O ano de 2008 vai trazer dois novos centros incubadores de empresas ao distrito, que se juntam aos já existentes em Caldas da Rainha e na Marinha Grande.
A conclusão do edifício da incubadora de empresas D. Dinis (IDD), criada em Leiria para facilitar o nascimento de negócios de base tecnológica e ajudar a renovar o tecido empresarial da região, está prevista para Março. No mesmo mês, a Câmara Municipal de Ansião prevê atingir a etapa final de um projecto idêntico em obra no Parque Empresarial do Camporês.
Numa época em que inovação e empreendedorismo são palavras recorrentes nos discursos de políticos, investigadores, empresários e demais actores com responsabilidade na actividade económica, as incubadoras de empresas são consideradas relevantes no lançamento de novos produtos, ideias e modelos de negócios.
A missão destes centros concretiza-se em três eixos principais: fazer a ponte para fontes de financiamento, providenciar instalações, fornecer aconselhamento. Desde a avaliação da ideia e do perfil do candidato até aos aspectos jurídico-formais de constituição da sociedade, passando pela elaboração do plano de negócio, a protecção legal do produto e o acesso a programas de incentivo.
A Incubadora D. Dinis vai ficar na Urbanização Santa Clara, nos Parceiros, num terreno de três mil metros quadrados. As obras começaram em Outubro e o investimento total ascende a 1,3 milhões de euros. Neste momento, explicou a directora-executiva, Isabel Marto, decorre, no gabinete, o trabalho relacionado com a parte administrativa e de identidade corporativa. O plano tem vindo a ser cumprido dentro dos prazos.
O edifício terá 16 espaços para arrendamento e está vocacionado para serviços e comércio. As empresas em incubação vão partilhar a reprografia, o secretariado e outras estruturas. Foi fixado o objectivo de chegar aos 100 por cento de ocupação dentro de três anos. Os dois primeiros projectos transitam do centro empreendedor do IPL – Instituto Politécnico de Leiria.
Criada para acarinhar ideias originais de negócio, e em especial projectos de base tecnológica, a IDD tem uma das principais tarefas na aproximação aos fundos de capital de risco, que ajudam a financiar os novos empreendedores.
A construção da sede da IDD é suportada a 75 por cento por fundos europeus. Os restantes 25% ficam a cargo dos promotores (NERLEI– Associação Empresarial da Região de Leiria, IPL, Câmara Municipal de Leiria) e dos associados fundadores.

Ansião conclui obras em Março

A Câmara Municipal de Ansião espera ver concluídas em Março as obras do Centro de Negócios e Incubadora de Ansião, no Parque Empresarial do Camporês. O edifício resulta de um investimento de 2 milhões de euros e terá 17 gabinetes, dos quais três ou quatro para incubação de empresas, explicou o vice-presidente do município, Rui Rocha. O autarca diz que pretendem captar negócios inovadores, em especial relacionados com as novas tecnologias.

Marinha Grande com quatro projectos

O projecto OPEN surgiu no âmbito do Pacto Territorial de Emprego da Marinha Grande em 1998. O primeiro concurso de ideias foi lançado em 2003 e as instalações inauguradas em Agosto de 2005. Neste momento estão ali alojadas a Log PME (consultoria em logística), a Célula 3PP (injecção de plásticos), a Janela Digital (software para mediação imobiliária) e a Omnita (monitorização e recolha de dados aéreos, terrestres e sub-aquáticos, utilizando robôs não tripulados).

Caldas da Rainha com moda e marketing

O Centro Incubador de Caldas da Rainha foi fundado em 2004 pela Associação Industrial da Região do Oeste com a Câmara Municipal de Caldas da Rainha e a Associação Nacional de Jovens Empresários. Tem actualmente em incubação a agência de modelos Katwalk e a empresa de marketing, comunicação e publicidade Inemedia. Já por ali passaram outros sete projectos. O custo para as empresas instaladas é 22, 35 ou 100 euros por mês, consoante o conjunto de serviços utilizados.

 

In: Região de Leiria, 11Jan08