Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

AVELAR | Nova onda de assaltos preocupa

06.12.07, ansiaonews
06-Dec-2007

roubo.jpgDepois de um tempo de alguma acalmia, estão de regressos os assaltos na Vila de Avelar. Só nesta semana foram já três os roubos. O sector de vestuário tem sido o principal alvo, com os ladrões a usarem de um especial critério no roubo, levando os bens mais valiosos...

Armazém quase esvaziado
Cerca das 16h00 do dia 5 de Dezembro, dois indivíduos encapuzados entraram de rompante no armazém Noémio Vaz e Filhos, Lda, situado na periferia da vila e empunhando uma arma, manietaram o único funcionário, deitando-o no chão e atando-lhe as mãos, ao mesmo tempo que um deles mantinha o cano da pistola encostado na nuca. Rapidamente vários outros indivíduos encapuzados entraram no armazém e começaram a carregar indiscriminadamente o que encontraram, desde fatos, calças, blusões e sobretudo artigos em pele e cabedal. Destes últimos, de maior valor, não sobrou um único para amostra.

O funcionário, que foi várias vezes ameaçado de morte se reagisse, foi despojado dos bens pessoais que trazia consigo, nomeadamente 60 euros em dinheiro, relógio e telemóvel.
O assalto terá demorado sensivelmente 15 minutos, após os quais os larápios se colocaram em fuga deixando o funcionário de mãos atadas. Após alguns minutos, conseguiu libertar-se das tiras de tecido usadas para lhe prender as mãos e dirigiu-se de imediato para um armazém de rações situado em frente, onde pediu ajuda e telefonaram para as forças policiais.
Não há registo que alguém tenha desconfiado do assalto, até porque os larápios terão encostado a carrinha à porta para fazer o carregamento, acto muito habitual em outros clientes nesta altura. As pessoas que porventura terão passado não se aperceberam, pois, do acto ilícito que ocorria.
Segundo apurámos o prejuízo foi enorme, devendo rondar os 50 mil euros.

Famocol “revisitada”
Anteriormente, na madrugada de terça-feira (dia 4) também o armazém da antiga Famocol, situada em pleno centro da vila, sofreu (mais) um assalto. A empresa que faliu e se encontra encerrada há algum tempo, tem no seu interior ainda bastante recheio. Os larápios terão entrado por uma janela virada para uma rua lateral e abasteceram-se do melhor que encontraram: apenas artigos em pele.

Carrinha de “serviços”
Na mesma madrugada do dia 4 foi também furtada uma carrinha de mercadorias em Avelar, mas concretamente na Rua da Vila. Uma carrinha que já tem um historial de assaltos, uma vez que é a segunda vez que é levada. A D. Dália, comerciante de pronto-a-vestir, dentro do azar que a persegue, tem tido a “sorte” de recuperar sempre o veículo. Depois de há uns meses ter sido levada carregada com roupa e depois encontrada vazia no concelho de Figueiró dos Vinhos, desta feita foi encontrada na zona de Ferreira do Zêzere.
Os larápios desta vez ficaram com os ferros e os toldos, pois a carrinha não tinha roupa. Deixaram também o veículo danificado, quer pelo arrombamento, quer por outras acções destrutivas.
Alguns vizinhos disseram ter acordado com o barulho do motor da carrinha, mas não ligaram importância, pelo facto de ser norma da proprietária levantar-se cedo para as feiras.
Pormenor curioso foi o facto de, no dia seguinte, ser a GNR a contar a “novidade” à D. Dália, que não tinha ainda dado por falta da carrinha.
Há fortes possibilidades do veículo ter sido utilizado no assalto à Famocol, pela hora semelhante de ambos os acontecimentos.
Estes acontecimentos, sobretudo à noite, têm sido uma constante em Avelar, vila considerada um oásis pelos assaltantes, pela sua localização e escasso patrulhamento. Mas os assaltos em plena luz do dia e à mão armada vem abrir uma preocupante novidade para a segurança das populações.

in:Jornal Horizonte, 6dez07