Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Municípios do Pinhal Litoral avançam para o QREN

22.11.07, ansiaonews

António Rosado
Acessibilidades,
construção de equipamentos
e valorização urbana são as prioridades da
Associação do Pinhal Litoral
para candidaturas a financiamentos
dos fundos comunitários.

Um dia depois de ter assumido oficialmente a presidência da Associação de Municípios do Pinhal Litoral (AMPL), a autarca de Leiria, Isabel Damasceno, disse ao DIÁRIO AS BEIRAS que “as candidaturas ao Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] vão ser feitas numa lógica de complementaridade”. À margem da apresentação dos vários eixos de apoio do QREN, ontem em Viseu, a presidente da câmara da cidade do Lis acrescentou que “temos de privilegiar a ligação entre os municípios para ter sucesso nas candidaturas”.
Para além de candidaturas à construção ou requalificação das estradas, de que são exemplos as ligações da sede do distrito à Marinha Grande, Porto de Mós ou Batalha, a AMPL definiu ainda como estratégia de desenvolvimento a conclusão do saneamento e distribuição de água em baixa em todo o território abrangido pelos cinco concelhos integrantes da associação: Leiria, Batalha, Porto de Mós, Marinha Grande e Pombal, para a qual espera avultadas verbas da Europa.
Na prática, esta nova associação de municípios que congrega os concelhos que fazem parte do NUT III Pinhal Litoral e é resultado da necessidade de adaptação às novas regras de acesso aos fundos comunitários.
Os órgão sociais da “nova” associação de municípios foram formalmente eleitos anteontem, numa cerimónia que decorreu na sede da AMLEI – Área Metropolitana de Leiria – com a presença de Alfredo Marques, presidente da CCDRC, Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, Alfredo Marques.
Nesta perspectiva, a AMPL passa a assumir um protagonismo decisivo na região, não só por congregar alguns dos maiores e mais dinâmicos concelhos do distrito, como também pelo facto de ser reconhecida em Bruxelas como unidade estruturante do território, ao contrário da “velhinha” AMLEI, associação de municípios que não está organizada em NUTS III (núcleos de unidade territorial) e, portanto, não pode participar na gestão do QREN. Outros três concelhos, Ansião, Alvaiázere e Ourém, que fazem parte da AMLEI, ficam de fora desta estrutura, passando a integrar associações correspondentes a outras unidade territoriais, como é o caso da Associação de Municípios de Pinhal Interior Norte, para onde transitaram Ansião e Alvaiázere.

in: as Beiras on Line