Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Dejectos de aviário poluem terreno em Casal de S. Brás

16.11.07, ansiaonews
Helena Simão
henriques da cunha (foto)

Quem passa no caminho que dá acesso à zona dos olhos de água do Nabão, em Casal de S. Brás, Ansião, torce o nariz ao cheiro proveniente de um terreno, situado a poucos metros de um aviário.

 O aspecto negro, os insectos que rondam o local e as árvores moribundas indiciam um foco de poluição, causado por dejectos, presumivelmente avícolas. O presidente da Junta de Freguesia, António Cardoso, garante ter já alertado os técnicos do Ambiente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, mas o problema subsiste.

"Cheira muito mal e tem mau aspecto e há o risco de escorrer encosta abaixo, como já aconteceu noutros invernos, podendo até atingir as linhas de água", denuncia o autarca. Por inúmeras vezes, conta, alertou a Câmara para o problema, tendo esta, por sua vez, contactado os serviços do Ambiente. É que, explica, "só eles podem actuar". O autarca tem a informação de que "o responsável já foi autuado", mas o problema não foi resolvido. No entanto, tem registado "algumas melhorias" no terreno. "Parece-me que deixaram de fazer despejos, só que a quantidade visível de efluentes é ainda significativa", refere.

O presidente da Câmara, Fernando Marques, manifesta "bastante preocupação" com o caso e diz que "já não se verificam despejos". "Fizemos o que podíamos nesta matéria, contactando quem de direito para fiscalizar e sancionar os responsáveis", afirmou ao JN, mostrando-se convicto de a situação vai ser resolvida. Por outro lado, lembra que a autarquia, face à existência de um número significativo de explorações aviárias, fatia importante na economia do concelho, apoiou a criação, há cerca de um ano, de uma cooperativa avícola, a Cavican, que trata os dejectos de 12 associados.

Luís Soares, gestor da Cavican, considera que o responsável não é associado, esperando ser contactado para recolher aqueles dejectos. "Temos a nosso cargo 300 mil galinhas, a maior parte das existentes", revela, explicando que "o processo de compostagem permite tratar os efluentes de uma forma completa e pioneira".


in: JN, 16Nov07