Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Bombeiros Voluntários de Ansião comemoram Bodas de Ouro

16.12.07, ansiaonews

A Associação Humanitária dos Bombeiros de Ansião celebraram no dia 16 de Dezembro de 2007 as comemorações das Bodas de Ouro da corporação, que, a partir de documentos consultados pelo Dr. Manuel Augusto Dias, teve início no dia 20 de Dezembro de 1957 e não dia 19, como até agora se vinha comemorando.

Tratando-se dos 50 anos, a Direcção preparou, ao longo do ano, uma série de eventos, iniciados em Fevereiro, na noite de fados com José Cid (consulte notícia), seguindo-se, já em Outubro a garraiada, em Novembro o Baile de Gala e em Dezembro, no dia 8 a homenagem aos que mais se distinguiram nestes 50 anos, seguida da apresentação do Livro “50 anos-1957-2007- Bombeiros de Ansião” elaborado pelo Dr. M. Augusto Dias.

Para estas cerimónias,  além dos representantes locais, Presidente da Câmara, Dr. Fernando Marques,  da Associação Humanitária, Dr. Rui Rocha, Presidente da Direcção e António Neves Marques, Comandante da Corporação, estiveram presentes Dr. Ascenso Simões, Secretário de Estado da Protecção Civil, Dr. José Manuel Moura, Comandante Operacional Distrital, Eng. Amândio Torres, Director Nacional de Bombeiros, Dr. José Miguel Medeiros, Governador Civil de Leiria,  Comandante António Araújo, Secretário Técnico da Liga  de Bombeiros Portugueses e o Dr. José Ferreira, Presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Leiria.


 

Algumas Fotos da Cerimónia:

 

-

-

-

-

-

-

-

-

EXPOSIÇÃO NA PARADA:

-

-

-

-

-

Algumas fotos do Almoço:

-

-

-

-

Consulte sobre a notícia:

Santa Casa da Misericórdia de Ansião elegeu novos corpos dirigentes

15.12.07, ansiaonews

 A Santa Casa da Misericórdia de Ansião viveu ontem um facto inédito, ao conseguir despertar o interesse de um número  de Irmãos muito superior ao  normal em eleições anteriores, que ali estiveram para votar nas duas listas que se apresentaram a sufrágio.

 

O Dr. António Simões Lopes, ali na qualidade de presidente da mesa de eleições, por inerência do cargo de Presidente da Assembleia Geral, teve oportunidade de dizer que se congratulava com esta realidade inédita, pois ela tinha contribuido para fazer aderir ao seio da Santa Casa mais de uma centena de novos irmãos, além de muitos outros terem oportunidade de actualizar as suas quotas.

Esta realidade - o elevado número de eleitores - obrigou a um trabalho árduo, de forma a que pudessem ser cumpridas as normas estatutárias relativas a este acto, nomeadamente em relação aos nomes  inscritos nas duas listas, e fazer com que as eleições não ultrapassassem  o horário legal. Assim, o último eleitor votou 2 minutos antes da meia noite, hora a que foi encerrada a urna (caixa).

Certamente que não ficará despercebido do leitor comum este acto inédito (que deveria ser o normal) de tantos eleitores votarem. Deixaremos para os comentários as alusões ao mesmo, de forma a que possa haver alguma "discussão" que alargue os horizontes desta notícia.

A lista A, liderada pelo Dr. António Simões Lopes foi vencida por uma diferença de 63 votos, sendo que, votaram na Lista vencedora, a B, 202, na Lista A 139 , com 2 votos nulos e 2 em Branco. Votaram 345 Irmãos que cumpriam as regras estatutárias para poderem votar, numa percentagem de 52,5% do total de associados que era na altura 657.

Lista B
Mesa da Assembleia Geral

Presidente

Manuel Prates Mendes Miguel

1° Secretário

José Carlos Lopes Murtinho

2° Secretário

Antero Godinho Costa
Mesa Directiva

Provedor

Leonel Pimenta Antunes

Vice- Provedor

Rui Manuel Oliveira Godinho

1° Secretário

Alda Sofia Mendes Gaspar

2° Secretário

José Manuel Moura Marques

Tesoureiro

Helena Maria Flóreo Pratas

Vogal

Abílio dos Santos Coelho

Vogal

Afonso Joaquim Feio

Suplente

Fernando António Sá Mendes

Suplente

Luís Carlos Dâmaso de Sousa
Conselho Fiscal

Presidente

José Mendes Costa

Secretário

Antero Henriques Rosa Morgado

Relator

Teresa Valentina Cristóvão Santos

Suplente

Jorge Manuel Rodrigues Gomes Monteiro

Suplente

Luís Pedro Mateus Terceiro

Filarmónica Santa Cecília de Ansião comemora Natal com mais um concerto harmonioso

15.12.07, ansiaonews

 A Filarmónica Santa Cecília de Ansião ofereceu-nos  um postal de Boas Festas, transformado numa noite de música, em que os filarmónicos, ao sabor da direcção do maestro Pedro Pereira, puseram todo o seu empenho e saber de execução, prestigiando, mais uma vez, esta mui nobre Associação.

 

No Centro Cultural de Ansião, e com uma sala  quase cheia, apesar do frio que  se fazia sentir, não convidadivo a saídas para longe da lareira,  Pedro Pereira conseguiu criar um ambiente de cultura festiva, que, pouco a pouco, aqueceu a sala.

Tivémos oportunidade de escutar  várias peças do seu repertório - uma delas executada a primeira vez pela Filarmónica ( consultar vídeos nesta data) - terminando o concerto com o "Hino do Centenário".

Também para esta Associação Cultural do Concelho, o nosso "postal" de Boas Festas.

Comércio Local Prepara as festas natalícias com concurso de Montras

15.12.07, ansiaonews

Numa perspectiva de Dinamização do Comércio Local, na Zona delimitada pelo projecto URBCOM, Ansião pode ver as montras das principais lojas ornamentadas com motivos alusivos à quadra do Natal, num projecto orientado pela AEDA.

Alguns dias podemos ver, inclusive, um presépio ao vivo, numa das montras da Rua dos Bombeiros Voluntários.

São 20 os estabelecimentos que aderiram a esta iniciativa, submetendo-se também à apreciação de um júri que escolherá as 3 melhores montras.

Ansião procura assim atrair os seus munícipes para o comércio local, certo de que aqui encontrarão as melhores prendas e aos melhores preços sem ser necessário grandes viagens para as cidades vizinhas.

Embora sem pretensões de grande qualidade visual, aqui deixamos  umas miragens das montras de Ansião, na intenção de provocar  a curiosidade real pelas lojas de Ansião.

--------

-----------

---------

---------

-------

-------

------

--------

----------

----------

-----------

---------

---------

------------

----------

-----------

-------------

----------------

 

As montras estarão em exposição, sendo anunciados os resultados do júri no fim das festas, por altura do Ano Novo.

EDUCAR, FORMAR E REINSERIR NA ESCOLA SECUNDÁRIA DE ANSIÃO

14.12.07, ansiaonews

O Centro Novas Oportunidades do Agrupamento de Escolas de Ansião iniciou o processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências de Nível Secundário sob a orientação das Profissionais:

Cláudia Branco e Mafalda Branco

com dois grupos de oito Formandos cada.

Na primeira sessão de formação, o grupo fez:

-uma reflexão sobre a importância da experiência de vida e sobre o significado de competência,

-mas foi sobretudo uma sessão de apresentação, de auto e heteroconhecimento, entre os adultos e as profissionais.

Os restantes adultos iniciarão o processo em Janeiro de forma progressiva e sob a orientação de mais uma profissional, Susana Silva.

Misericórdia vai a votos amanhã

13.12.07, ansiaonews
António Rosado

Duas listas apresentam-se às eleições da Misericórdia de Ansião. Leonel Antunes, adjunto do presidente da câmara, enfrenta o actual presidente da assembleia-geral da instituição, o médico Simões Lopes.

 As eleições para a Misericórdia de Ansião, que vão ter lugar amanhã, assumiram um surpreendente protagonismo com o surgimento de duas listas concorrentes à direcção. A perspectiva de desenvolvimento social da Santa Casa da Misericórdia com a aposta em novas valências – de que se destaca um futuro Centro Infantil, cuja primeira pedra foi lançada no passado fim-de-semana – tornou a instituição apetecível ao ponto de terem surgido a sufrágio duas listas. Leonel Antunes foi o primeiro candidato a avançar, adiantando, há cerca de um mês ao DIÁRIO AS BEIRAS, que apenas está preocupado com a dignificação da Santa Casa, "algumas vezes denegrida no passado". Acrescentou que "há um financiamento aprovado e, logo, uma inauguração em perspectiva. Assim é natural que, agora que o trabalho mais difícil está feito, muita gente se possa sentir atraída".
 Na altura, o médico Simões Lopes, como presidente da Mesa da Assembleia-geral, negou ter conhecimento de qualquer outra candidatura à direcção, afirmando não ter pretensão de se sentar no lugar de provedor. Mas, ao mesmo tempo, escrevia uma carta aos "irmãos" da instituição alertando para o facto de que "é hora de tocar os sinos a rebate e apelar aos ansianenses, para que se reúnam em prol da recuperação e reabilitação do prestígio e dinamismo que esta congregação sempre granjeou no concelho e na região". Na sua perspectiva, é negativo que uma Misericórdia que chegou a ter 950 associados, só consiga mobilizar actualmente 473 activos. Sendo assim, o clínico defende que "é necessário voltar a dar dinamismo à instituição e recuperar o número de irmãos que já estiveram connosco." Foi neste enquadramento que acabou por avançar com uma candidatura própria.

Centro Infantil com dinheiro do Governo

Por seu lado, Leonel Antunes, que protagoniza a linha de continuidade do actual provedor José Pires, diz que "não é altura para destabilizações que coloquem em causa este investimento e outros em que a instituição está envolvida", referindo-se ao facto de ter sido aprovado recentemente um financiamento governamental do Programa PARES para construção de um novo edifício do Centro Infantil, beneficiando de um apoio de 266 mil euros.
Neste quadro, Simões Lopes responde que "os orçamentos de gestão anual desta casa, envolvem montantes (cerca de 990 mil euros) que não se compadecem com aventureirismo, ou leviandade de atitudes por parte dos dirigentes eleitos para a Mesa Directiva".
Leonel Antunes recorda, por seu lado, que "há três anos chovia dentro do edifício do lar de idosos, a canalização de água estava podre e, no Inverno, mal se notava que ali havia um sistema de aquecimento". Na sua perspectiva, "foram estas e outras carências que levaram a um esforço de investimento na requalificação do lar, que incluiu também novo mobiliário nos quartos dos utentes, melhor iluminação, novas instalações sanitárias e a total reconversão da cozinha", num investimento superior a 150 mil euros. "Uma vitória recente foi termos conseguido manter em funcionamento o ATL, quando já havia mães a ponderar abandonar os empregos por não terem quem  hes ficasse com os filhos", conclui Leonel Antunes.
Assim, depois de 18 anos a funcionar como Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), a Misericórdia encontra-se em ponto de ebulição. Sendo entidade empregadora de 53 funcionários, presta serviço social a 35 crianças em creche e 45 em jardim-de-infância, bem como apoio a 34 idosos residentes no lar da instituição, outros 21 em Centro de Dia e 41 em Apoio Domiciliário.

 
in: Diário As Beiras, 13Dez07

Fernando Marques na liderança

13.12.07, ansiaonews

 

Distrital do PSD
 

O presidente da Câmara de Ansião preside agora ao PSD

O presidente da Câmara de Ansião é, desde o passado sábado, presidente da comissão política distrital de Leiria do PSD, sucedendo no cargo a Isabel Damasceno.
De acordo com informações obtidas junto da candidatura (a única que se apresentou a votos), nas eleições de 13 de Janeiro – que decorreram em simultâneo em todas as concelhias do partido - votaram cerca de 50 por cento dos militantes inscritos. Em Pombal, ao que apurámos junto de finte do PSD local, votaram 19 pessoas, sendo que se registaram 10 votos a favor e 9 em branco.

O presidente da Câmara de Ansião preside agora ao PSD

Fernando Marques – que conseguiu 92 por cento de votos a favor - considera que este resultado “foi bastante positivo, revelando desta forma que o PSD continua a ser uma estrutura dinâmica e com uma militância activa”.
Na Vice-Presidência do partido estão agora José António Silva, Fernando Costa e Paulo Batista Santos (direcção), bem como Carlos Venda, de Porto de Mós, João Marques, de Pedrógão Grande, José Leitão, de Peniche, José Fidalgo de Figueiró dos Vinhos, José Guerreiro de Alvaiázere, Manuel Teles da Marinha Grande, Paulo Inácio, de Alcobaça, e ainda o presidente da Câmara de Pombal, Narciso Mota.

 

Eco de Pombal, ed. 2755, 13 de Dezembro de 2007

NabãoGest: Gabinete de contabilidade com valências alargadas

13.12.07, ansiaonews
Benedita Oliveira   
 

ImageConquistar novos clientes e alargar a área de actividade ao território nacional são os principais objectivos do gabinete de contabilidade NabãoGest que se instalou recentemente em Coimbra. Com cerca de uma década de actividade, o empresa gerida por Paulo Marques encetou a partir de Freixianda (freguesia de Ourém que faz fronteira com a de Abiúl, concelho de Pombal) um plano de expansão que numa primeira fase passou pela compra de carteiras de clientes. Depois da sede, a NabãoGest abriu um escritório em Alvaiázere, Alvorge (Ansião) e Leiria. A cidade de Coimbra é a mais recente aposta da empresa de contabilidade e consultoria cuja capacidade de acção já se estende de Alverca a Coimbra.

“A nossa estratégia passa pelo crescimento da empresa a nível nacional”, afirmou o responsável, adiantando que paralelamente ao alargamento da rede de escritórios a NabãoGest estendeu a gama de serviços aos seguros e aos créditos. “São áreas de negócio complementares ao serviço de contabilidade”, referiu, acrescentando que a empresa “procura sempre aconselhar os clientes numa perspectiva de desenvolver a gestão corrente e futura”.  Vocacionada sobretudo para servir PME´s, a NabãoGest centra toda a sua actividade numa aplicação informática desenvolvida para este fim, que permite nomeadamente ter todos os escritórios ligados em rede. “Os clientes trabalham directamente no nosso software de gestão, acedendo com senhas pré-definidas”, contou Paulo Marques, destacando que a grande vantagem é o acesso em tempo real por parte dos clientes aos dados contabilísticos. “Para nós é muito importante fornecer dados e dá-los a conhecer em tempo real aos clientes para que eles possam gerir melhor as suas empresas”, acrescentou, sublinhando que a qualidade do serviço é que gera e fomenta a própria estratégia de crescimento. “Bons serviços e aconselhamentos fazem clientes satisfeitos e clientes satisfeitos trazem outros clientes e isso é que está na base de todo o nosso projecto”. Não menos relevante na oferta de um serviço integrado e global às micro e pequenas empresas é o apoio jurídico prestado pela NabãoGest, através de um departamento especializado. “O cliente pode inclusivamente contratualizar uma avença por pouco mais de 10 euros aos serviços de contabilidade, cujo ‘pack’ prevê o apoio jurídico sempre que precisar”, precisou adiantando que “é um serviço extremamente mais barato do que ter um advogado para pedir um aconselhamento”.A delegação de Coimbra da NabãoGest encontra-se instalada num pequeno centro de negócios, onde estão ainda empresas da área da segurança e higiene do trabalho, seguros e de comércio de equipamentos de segurança e contra incêndio.

 
 Abertura:Outubro de 2007
       Ramo: Contabilidade e consultoria
    Morada: Urbanização Bela Vista, lote 17, cave, Santa Clara

 
in: Campeão das Províncias, 12Dez07

Cursos de Especialização Tecnológica com procura elevada

12.12.07, ansiaonews
ETP SICÓ - OFERTA FORMATIVA
António Rosado, Jornal As Beiras

As parcerias entre a Escola Tecnológica e Profissional de Sicó e os institutos superiores de Engenharia de Coimbra e Politécnico de Leiria abriram portas à multiplicação de CET´s.

Os cursos de nível IV de “Aplicações Informáticas de Gestão” e “Tecnologia Automóvel – Gestão de Oficina” vão juntar-se, a partir da próxima segunda-feira, a outros dois de formação pós-secundária que já estão a ser leccionados nas instalações da Escola Tecnológica e Profissional de Sicó (ETPSicó). Esta oferta formativa resulta de parcerias estabelecidas entre a referida escola profissional e o Instituto Politécnico de Leiria (IPL), que estão na origem dos cursos de “Construção e Administração de Websites” (leccionado na sede em Avelar) e “Condução e Acompanhamento de Obra” (no pólo de Alvaiázere), a decorrer no presente ano lectivo.
Os acordos entretanto estabelecidos com o Instituto Superior de Engenharia de Coimbra vã permitir que no início de 2008 possa a arrancar o curso de “Robótica e Controlo Industrial”, que completará o naipe de cinco ofertas formativas deste nível de Especialização Tecnológica.
O director pedagógico da escola e coordenador dos cursos de nível IV, Luís Rocha, considera que “estes cursos são mais adequados ao mercado de trabalho, ao mesmo tempo que facilitam o prosseguimento de estudos, através de vagas específicas, embora limitadas, seja no IPL, seja no ISEC”. Por esse motivo a procura por parte dos formandos é muito grande, não só entre aqueles que têm o 12.º ano completo ou equivalente através de uma escola profissional, como também os maiores de 23 anos com experiência profissional relevante. As crescentes necessidades do tecido sócio-económico, que exigem cada vez mais quadros intermédios dispostos a enfrentar os desafios de um mercado de trabalho em permanente mutação, estão na origem desta “política estratégica de reestruturação da oferta formativa, adequada às novas exigências”. Os cursos de nível IV da ETPSICÓ funcionam em turmas com um número que oscila entre 15 e 24 formandos, limite máximo que foi atingido, por exemplo, nocurso de “Tecnologia Automóvel”, que arranca dentro de quatro dias nas instalações sede da escola no Avelar. Nos restantes casos ainda estão a ser aceites inscrições através de um portal específico do IPL na Internet.
Da experiência do passado, em que foi a própria ETPSICÓ que promoveu cursos deste tipo, “80 por cento das pessoas estão colocadas no mercado de trabalho”, garante Luís Rocha, o que diz bem da receptividade deste tipo de formações por parte dos empregadores. Como instituições promotoras da iniciativa, cabe aos institutos superiores parceiros, em conselho científico, a definição do plano de estudos em vigor.
Estes cursos têm por objectivo aprofundar o nível de conhecimentos científicos e tecnológicos e o desenvolvimento de competências pessoais e profissionais.

Centro de Novas Oportunidades

Ainda recentemente a ETPSICÓ foi palco da sessão pública de entrega de Certificados e de Computadores a adultos inscritos ou em processo RVCC, cerimónia em que esteve presente João Tiago Silveira, secretário de Estado da Justiça. Esta presença de um membro do Governo foi interpretada como a demonstração do empenho do Governo no projecto de Novas Oportunidade. Na ocasião, 50 adultos pertencentes a vários Centros Novas Oportunidades do distrito de Leiria receberam um computador portátil, enquanto outros 20 receberam formalmente o diploma de conclusão do 9º ano de escolaridade.

Esta Sessão, enquadrada nos Programas Novas Oportunidades e e-Oportunidades representou simbolicamente o esforço que é necessário empreender para que, ao longo da próxima décadas, o 12.º ano de escolaridade seja o patamar mínimo de formação dos portugueses, tal como facilitar o acesso às Novas Tecnologias. Na ocasião, Edite Ferreira, directora do Centro Novas Oportunidades da Escola Tecnológica e Profissional de Sicó, constatou que “as características de interioridade, onde a escolaridade é pouco valorizada pelas famílias, (...) a pouca mobilidade, a falta de recursos e a baixa auto-estima de muitos dos jovens e adultos que nos procuram, têm sido uma batalha constante, mas no meu entender levada a bom porto, com o empenho e a dedicação de toda a equipa que dá rosto a este Centro.

ETPSICÓ - Formação ao longo da vida

As exigências da vida moderna e do actual mercado de trabalho conferem real significado à expressão: “Não há idade para aprender”. A ETPSICÓ dá corpo a esse desafio permanente.

A Escola Tecnológica e Profissional de Sicó – abrangendo os concelhos de Ansião (com a sede localizada na localidade de Avelar), Penela e Alvaiázere – agarrou com ambas as mãos o desígnio nacional proposto pelo actual Governo português de criar “Novas Oportunidades” de formação para todos. O director da escola, Ilídio Baptista, considera que “a estratégia de acção deve dar prioridade à formação de activos, bem como aos cursos de especialização tecnológica”. Neste âmbito, a instituição criou o Centro de Novas Oportunidades, em que o processo de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC) assume especial protagonismo com a certificação de 360 adultos, ao nível do 9.º ano de estudos, e 517 inscritos ao nível da certificação do ensino secundário, processo que está a decorrer desde Setembro último.

Este rumo levou a que os cursos tradicionais de formação profissional, que estiveram na génese deste tipo de escolas há 18 anos atrás, apenas representem, na ETPSICÓ, 45 por cento do número de formandos, quando há três anos atrás preenchiam 93 por cento dos alunos existentes. Esta alteração de paradigma não significou, contudo, segundo o director, que se tivesse registado uma quebra do número de alunos nos cursos profissionais com duração de três anos (do 10.º ao 12.º ano de escolaridade). “O que se passou é que houve uma grande procura de formação por parte de adultos”, explica Ilídio Baptista. Sendo assim, a ETPSICÓ mantém os 275 alunos em cursos profissionais, 169 dos quais nas instalações-sede do Avelar, 52 no pólo de Alvaiázere e 54 no pólo de Penela. Por outro lado, no âmbito das diversas ofertas formativas enquadradas no projecto Novas Oportunidades, o número de adultos atinge já a cifra de 1750. Foi a partir de Setembro de 2005 que a se multiplicaram nesta escola as diversas ofertas formativas, seguindo a directiva que pretende “promover a qualificação dos portugueses”.

Ligar Sicó

Outras linhas de acção desta escola profissional passam pela formação de activos fora das quatro paredes de cada um dos três edifícios da instituição. Neste quadro, o responsável máximo destaca o trabalho que está a ser feito na Certificação de Qualidade na Câmara de Alvaiázere e o desenvolvimento de competências no âmbito do projecto Ligar Sicó, financiado pelo Plano Ligar Portugal: Depois de um diagnóstico feito nas empresas da região, tornou-se evidente que era necessário dar resposta à falta de conhecimentos revelados na área das novas tecnologias por centenas de funcionários, mas também desempregados e reformados. Por isso foram implementados 14 cursos na área da informática que já percorreram grande do território em 33 acções de formação, abarcando áreas que vão desde a “Introdução de Folha de Cálculo-Excel” até à “Instalação e Manutenção de Redes” e “Criação de Páginas Internet”.
O director da instituição não quer fazer uma análise comparativa do trabalho realizado ao longo desta década e meia de existência, relativamente a outras escolas profissionais, afirmando que “é aos empresários e empregadores que compete fazer essa avaliação”, mas sempre vai dizendo que “se a escola tem uma imagem positiva isso deve-se à qualidade profissional revelada pelos alunos que daqui saem”. Por outro lado revela que há uma metodologia própria baseada no facto de constatar que “o saber tem o seu peso, mas tão importante do que isso é saber-estar, por isso damos também formação para os valores e atitudes”.

Projecção para o futuro

As adaptações a que a ETPSICÓ se sujeitou, de acordo com os sinais dos tempos, levou a que a escola fosse crescendo, não só no que diz respeito ao número de alunos e formandos, como também na necessidade de recrutar mais docentes e até mesmo ampliar as instalações. Ilídio Baptista adiantou a DIÁRIO As BEIRAS que existe um projecto de adaptação de um pavilhão devoluto existente nas traseiras do edifício-sede no Avelar para esse fim. Essa será a única e derradeira solução de ampliação das instalações no actual local, uma vez que a escola se encontra em plena área urbana, ocupando as instalações de uma antiga fábrica. As obras vão permitir a conquista de 1.200 metros quadrados de área, em três pisos, num investimento de cerca de 600 mil euros e que “vão suprir as necessidades de espaço dos próximos anos”.

Na realidade, as perspectivas da instituição são muito optimistas atendendo a que se a avizinha o período de candidaturas ao Quadro Estratégico de Referência Nacional (QREN), instrumento que permitirá o acesso a financiamentos comunitários que, como é público, privilegiará a formação de recursos humanos. Mas até que comece a chegar o dinheiro, ainda deverão faltar alguns meses, facto que está a deixar este tipo de instituições com a corda na garganta. Nesta situação “resta o recurso ao crédito bancário” queixa-se o director, lamentando que “os encargos com os juros nestes casos não sejam elegíveis como despesas”, revelando-se um encargo financeiro muito ingrato e levando mesmo a dificuldades de tesouraria que colocam em causa a capacidade de endividamento. Essa não será, todavia, uma limitação para que a escola continue a dar resposta “as desígnios exigidos pela sociedade actual”, participando na concretização das metas definidas a nível nacional para a formação maciça de activos e participando na tarefa de colocar todos os jovens no sistema educativo, metade dos quais no ensino profissional.

 
in: Jornal As Beiras, 12Dez07

Sicó na Capital - Visita Assembleia da República

11.12.07, ansiaonews

Os alunos dos 2ºos anos dos três Cursos Profissionais ministrados na sede da ETP Sicó fizeram uma visita de estudo a Lisboa, no  dia 11 de Dezembro.

A manhã foi dedicada à descoberta do Palácio de S. Bento, espaço grandioso onde se reúne a Assembleia da República.

Os alunos puderam inclusive instalar-se na Sala do Senado e sentir, momentaneamente, o “peso da responsabilidade” dos nossos representantes políticos nacionais.

Já a parte da tarde, depois de um almoço junto ao Mosteiro dos Jerónimos, foi dedicada à arte contemporânea. Visitou-se a Colecção Museu Berardo que contempla, entre muitas outras obras, peças de Picasso, Salvador Dali, Marcel Duchamps.

Deste modo, e a avaliar pelas reacções efusivas dos alunos, pode dizer-se que o balanço é positivo e que a cultura continua, felizmente, a despertar o interesse nos mais jovens.


Sandra Santos 

Relações Públicas