Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Ansião News

As notícias e comentários sobre o concelho de Ansião

Autarcas da região reclamam tratamento igual ao conferido à Câmara de Lisboa

06.12.07, ansiaonews

Alguns autarcas da região de Leiria reclamaram um tratamento igual à Câmara de Lisboa, concedendo cláusulas de excepção à proibição de novos empréstimos para autarquias em dificuldades financeiras.

Reagindo ao empréstimo de 400 milhões de euros aprovado pela Assembleia Municipal de Lisboa, os presidentes das Câmaras de Pombal, Ansião e Marinha Grande recordam que o agora líder do Executivo lisboeta, António Costa, não teve o mesmo comportamento enquanto ministro da Administração Interna.

"Ele agora como está a governar a Câmara de Lisboa deve fazer uma introspecção em relação ao comportamento que teve enquanto ministro", não aceitando as "propostas da Associação Nacional de Municípios", afirmou à Agência Lusa Narciso Mota, presidente da Câmara de Pombal.

Sem criticar a decisão de contrair um novo empréstimo, o autarca de Pombal espera que essas "regras sejam no futuro iguais para todos" e não "apenas para alguns".

"Ainda bem que Lisboa vai contrair esse empréstimo e que sirva para pagar o passivo aos fornecedores que é aquilo que todos os presidentes querem", concluiu Narciso Mota, eleito pelo PSD.

Mais duro foi Fernando Marques, presidente da Câmara de Ansião e da Distrital do PSD de Leiria, recordando mesmo o facto do Tribunal de Contas lhe ter chumbado um empréstimo semelhante ao aprovado em Lisboa.

"Era dinheiro para pagar facturas que se estão a dever" mas o "Tribunal de Contas não me deu o visto e rejeitou-me o empréstimo", recordou Fernando Marques, que promete aguardar com "interesse" qual a posição futura daquele órgão judicial.

Por seu turno, Alberto Cascalho, presidente da Câmara da Marinha Grande (CDU), apelou ao Governo para que autorize "medidas de excepção para todas as Câmaras" que necessitem de novos empréstimos devido a dificuldades financeiras.

"Eu estou inteiramente de acordo com o empréstimo" mas isso também deveria ter sido autorizado a outros municípios, acrescentou.

A Agência Lusa tentou obter um comentário sobre este caso junto de Isabel Damasceno (PSD), presidente da Câmara de Leiria, mas a autarca não se quis pronunciar.

 
in: Região de Leiria

ETP Sicó reforça banco de "gotas milagrosas"

06.12.07, ansiaonews

À imagem do que tem sucedido nos últimos anos, professores, alunos e funcionários da ETP Sicó foram “heróis por uma vida”, pois puderam doar sangue, no  dia 06 de Dezembro.

 

A iniciativa teve uma grande adesão e foi interessante observar a espontaneidade e a responsabilidade com que todos encararam este acto tão importante.

Esta iniciativa resultou de uma parceria existente entre esta escola e o Instituto Português do Sangue, que ali se desloca de 6 em 6 meses.


Sandra Santos 

Relações Públicas

AVELAR | Nova onda de assaltos preocupa

06.12.07, ansiaonews
06-Dec-2007

roubo.jpgDepois de um tempo de alguma acalmia, estão de regressos os assaltos na Vila de Avelar. Só nesta semana foram já três os roubos. O sector de vestuário tem sido o principal alvo, com os ladrões a usarem de um especial critério no roubo, levando os bens mais valiosos...

Armazém quase esvaziado
Cerca das 16h00 do dia 5 de Dezembro, dois indivíduos encapuzados entraram de rompante no armazém Noémio Vaz e Filhos, Lda, situado na periferia da vila e empunhando uma arma, manietaram o único funcionário, deitando-o no chão e atando-lhe as mãos, ao mesmo tempo que um deles mantinha o cano da pistola encostado na nuca. Rapidamente vários outros indivíduos encapuzados entraram no armazém e começaram a carregar indiscriminadamente o que encontraram, desde fatos, calças, blusões e sobretudo artigos em pele e cabedal. Destes últimos, de maior valor, não sobrou um único para amostra.

O funcionário, que foi várias vezes ameaçado de morte se reagisse, foi despojado dos bens pessoais que trazia consigo, nomeadamente 60 euros em dinheiro, relógio e telemóvel.
O assalto terá demorado sensivelmente 15 minutos, após os quais os larápios se colocaram em fuga deixando o funcionário de mãos atadas. Após alguns minutos, conseguiu libertar-se das tiras de tecido usadas para lhe prender as mãos e dirigiu-se de imediato para um armazém de rações situado em frente, onde pediu ajuda e telefonaram para as forças policiais.
Não há registo que alguém tenha desconfiado do assalto, até porque os larápios terão encostado a carrinha à porta para fazer o carregamento, acto muito habitual em outros clientes nesta altura. As pessoas que porventura terão passado não se aperceberam, pois, do acto ilícito que ocorria.
Segundo apurámos o prejuízo foi enorme, devendo rondar os 50 mil euros.

Famocol “revisitada”
Anteriormente, na madrugada de terça-feira (dia 4) também o armazém da antiga Famocol, situada em pleno centro da vila, sofreu (mais) um assalto. A empresa que faliu e se encontra encerrada há algum tempo, tem no seu interior ainda bastante recheio. Os larápios terão entrado por uma janela virada para uma rua lateral e abasteceram-se do melhor que encontraram: apenas artigos em pele.

Carrinha de “serviços”
Na mesma madrugada do dia 4 foi também furtada uma carrinha de mercadorias em Avelar, mas concretamente na Rua da Vila. Uma carrinha que já tem um historial de assaltos, uma vez que é a segunda vez que é levada. A D. Dália, comerciante de pronto-a-vestir, dentro do azar que a persegue, tem tido a “sorte” de recuperar sempre o veículo. Depois de há uns meses ter sido levada carregada com roupa e depois encontrada vazia no concelho de Figueiró dos Vinhos, desta feita foi encontrada na zona de Ferreira do Zêzere.
Os larápios desta vez ficaram com os ferros e os toldos, pois a carrinha não tinha roupa. Deixaram também o veículo danificado, quer pelo arrombamento, quer por outras acções destrutivas.
Alguns vizinhos disseram ter acordado com o barulho do motor da carrinha, mas não ligaram importância, pelo facto de ser norma da proprietária levantar-se cedo para as feiras.
Pormenor curioso foi o facto de, no dia seguinte, ser a GNR a contar a “novidade” à D. Dália, que não tinha ainda dado por falta da carrinha.
Há fortes possibilidades do veículo ter sido utilizado no assalto à Famocol, pela hora semelhante de ambos os acontecimentos.
Estes acontecimentos, sobretudo à noite, têm sido uma constante em Avelar, vila considerada um oásis pelos assaltantes, pela sua localização e escasso patrulhamento. Mas os assaltos em plena luz do dia e à mão armada vem abrir uma preocupante novidade para a segurança das populações.

in:Jornal Horizonte, 6dez07