Sexta-feira, 25 de Julho de 2008

Cimenteira propõe-se ser instalada nos limites do concelho de Ansião, a 100 m de Aguda

Cimenteira pode criar 250 empregos

cimenteira de Loulé

A Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos está a apoiar a construção de uma cimenteira nos limites dos concelhos de Figueiró e Ansião, próximo da praia fluvial das Fragas de São Simão e de Casal de São Simão.

A empresa, localizada no topo de um monte, a cerca de 100 metros da aldeia de Aguda, é alvo de uma candidatura a Projecto de Interesse Nacional (PIN), cujo pedido foi diferido pela Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

A expectativa é que sejam investidos 166 milhões de euros e criados 250 postos de trabalho. Contudo, a associação ambientalista Quercus, está a alertar para o impacto que a criação de uma cimenteira terá na qualidade de vida e riscos para o ambiente.

Para o vice-presidente da Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos, Álvaro Gonçalves, a Aguda é a zona com menos impacto, e a empresa irá utilizar tecnologia de ponta para preservar o ambiente.

Mas, segundo Domingos Patacho, responsável regional da Quercus, “as poeiras podem diminuir a qualidade de vida das pessoas”.
A Quercus alerta ainda que a pedreira, localizada a cerca de seis quilómetros da cimenteira, na freguesia de Chão de Couce, Ansião, colocará em risco uma área de Rede Natura 2000 e espécies protegidas.

 
Info: Eco de Pombal, ed. 2787, 24 de Julho de 2008
Consulte: Como se produz o cimento?

tags:
publicado por ansiaonews às 09:45

link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De AS a 25 de Julho de 2008 às 10:38
É incrível como se pode nos dias de hoje permitir sequer que se pense nisso. Colocar uma cimenteira junto às Fragas de S. Simão. Porque é que o P. C. de Fig. dos Vinhos não a põe lá para perto de Ana de Avis? Porque os ventos sopram lá para os seus lados?
Vivi durante alguns anos na Tojeira, Avelar. Sei o que é pó industrial. Quando de lá saí, tudo o que tinha no sótão estava pejado de uma camada de pó lecal. Ainda hoje os meus documentos de arquivo morto se conservam nesse estado.
Agora uma cimenteira? Tenham juízo!
"http://www.meupontodevista.blogs.sapo.pt/3560.html"
De MA a 25 de Julho de 2008 às 11:19
Deve haver aqui algum engano! UMA CIMENTEIRA??? E VÃO BUSCAR CALCARIO AO CAMPORÊS??
O calcário da nossa zona não serve para produzir cimento.
Não será uma central de betão? Neste caso podem realmente usar brita da britadeira em questão. E tendo em conta as obras que se avizinham (IC3) e que vão precisar de bastante betão, talvez seja uma boa aposta
De ansiaonews a 25 de Julho de 2008 às 12:31
Britadeira? Já temos uma e que, no Verão, basta passar por ali e vermos o estado das oliveiras (parecem padeiros depois de amassar pão...).
Além disso não estou a ver uma britadeira com 250 postos de trabalho. E fazer um investimento só porque vai passar uma estrada?!... E depois?
O que me preocupa não é a estrada, nem a britadeira, nem a cimenteira. O que me preocupa é o eco-sistema, é o ambiente, são as Fragas de S. Simão.
De MA a 28 de Julho de 2008 às 09:59
Não deve ter percebido o que escrevi.
Uma CIMENTEIRA é um local para produzir cimento. Como as que existem em Souselas, na Maceira, Loulé, Outão e outras.
O que eu disse foi que o calcário existente na nossa zona não serve para produzir cimento. Para produzir cimento o calcário deve ter uma certa percentagem de argila.
Por isso é que questionei se não terá havido algum engano por parte da imprensa regional e se não se tratará de uma CENTRAL DE BETÃO.
Uma CENTRAL DE BETÃO é um local onde se produz betão e que é distribuído por aqueles camiões betoneiras. Para produzir betão é necessário cimento, areia, água e BRITA. A britadeira existente no Camporês, e que ao que parece foi adquirida pelos senhores espanhóis, produz boa brita para betão.
É claro que também me preocupo com o impacte ambiental que a zona sofre mas primeiro gostava de ver esclarecida esta questão.
Fiz-me entender?
De apolineo a 27 de Julho de 2008 às 09:53
Porca miséria!!!
Já não bastava a Leca e os malefícios que provoca!
Será que vão dar cabo deste pequeno "reduto" natural, verdadeiro oásis desta zona?
Não será agora de invocar todos os argumentos possíveis contra? Rede Natura, Praias Fluviais, sei lá.
Querem vir para cá, porque nos acham de tansos, ignorantes e amorfos.
Quem tiver mais consciência disto, informação e força que mexa os pauzinhos! Políticos, Autarcas, Partidos, Associações de Defesa do Ambiente.
Eles que se definam: as opções de voto irão passar cada vez mais pelas respostas que proponham para resolução de problemas destes.
Já que não nos deixam fumar nos restaurantes e muito bem, não deixemos agora que nos encham os pulmões de calcário, xisto, gesso e silicose.
Se o grito soar, alisto-me logo e ofereço as m/ (muito poucas), forças.
asimoes@sapo.pt
A. Freitas Simões
Rio de Mouro - Sintra
De ML Fonseca a 28 de Julho de 2008 às 09:53
É mesmo uma cimenteira. Está na Lista dos PINs da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal. Compreendo que sejam necessários investimentos e empregos em zonas como Figueiró e Ansião... Mas logo uma cimenteira? E perto dos pontos de interesse naturais? Além disso, li a notícia no Jornal de Leiria e deu para perceber que andam ali interesses estranhos.
De Olhar Sicó a 28 de Julho de 2008 às 23:50
Pela notícia primeira percebe-se que é uma cimenteira, quando se fala em 250 empregados.
Tivémos oportunidade de deixar alguns links sobre o que é o cimento. De facto, o que não falta pela nossa região é calcário. Aliás, a continuar assim, qualquer dia só nos restam os montes Melo e Juromelo devido a serem património, porque aqui à volta estão a serem delapidados. Basta passar nas Degracias, nas Taliscas, no Camporês para reconhecer que esta matéria prima é muito apetecida. Mas como o cimento também leva gesso, não será que querem renascer as minas do Bairro?
Seja o que for, uma cimenteira nas redondezas da Aguda? Que dirá disto o nosso Presidente da Câmara de Ansião?
São necessários esclarecimentos urgentes!
De Luis Santos a 8 de Setembro de 2008 às 13:52
Vejam só o que aconteceu em Sines com a descarga do clinquer em :
http://www.sines.pt/PT/Viver/Ambiente/especiais/Descarga%20de%20Cl%c3%adnquer%20no%20Porto%20de%20Sines%20(2006)/Paginas/default.aspx

Temos que evitar a todo o custo que esta obra vá para a frente. Sr presidente da Câmara, povo do Avelar temos que nos mobilizar. Vamos dizer não a esta loucura.
De calcario agricola, micronização, filer a 26 de Novembro de 2010 às 11:45
É de iniciativas destas que portugal precisa, novas empresas e mais postos de trabalho...
De carbonato de calcio a 17 de Março de 2011 às 11:46
Boa iniciativa...

Comentar post

.Ansião News

.Outubro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
13
14
17
18
19
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.pesquisar

 

.Notícias recentes

. Ana Luísa Bernardino repr...

. As últimas notícias KB (Q...

. ETPSICÓ efectua Acção de ...

. Autora do livro «A Rainha...

. União Desportiva de Santi...

. DR. JOSÉ EMÍDIO MEDEIROS ...

. Dia da ETP Sicó - 16 de O...

. ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS: PSD...

. ELEIÇÕES AUTÁRQUICAS em 1...

. Associação "Os Moscardos"...

. Conhece a utilidade deste...

. Legislativas 2009, em Ans...

. Fernando Marques, depois ...

. Feira na Torre de Vale T...

. AEDA celebrou dia do Empr...

. ACREP de Pousaflores edit...

. Largada Nocturna nas VII ...

. O Nuno Escapa à Gripe A

. Fernando Marques, preside...

. Hino da Campanha PSD de ...

. JSD celebra início da cam...

. Conheça as propostas ele...

. António José Domingues ap...

. Rui Rocha apresenta compr...

. Factura da EDP (LUZ) : Po...

.arquivos

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Março 2003

.Sobre Ansião News

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds